Leitura do Matriarcado de Bachofen

Maria Aparecida BARBOSA

Resumo


RESUMO: O artigo objetiva mapear na literatura de expressão alemã a fortuna crítica dos estudos de Johann Jakob Bachofen, historiador do âmbito da Jurisprudência e do Direito Romano. Parte do ensaio de Walter Benjamin, detém-se a respeito do grupo “Kosmiker”, à guisa de estudo literário comparativo considera explícitas menções de Oswald de Andrade em A Utopia Antropofágica. Pergunta-se de que maneira essa fortuna crítica estaria relacionada com pontos discutidos na correspondência epistolar entre Thomas Mann e Károly Kerényi concernentes à “reelaboração do mito” e, finalmente, formula-se a hipótese de gradual descaracterização do feminino que se inclina à aura da sacralização materna.


Palavras-chave


Bachofen; mito; feminino

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.