SALMAN RUSHDIE E O MARAVILHOSO: UMA LEITURA DO PÓS-MODERNA DO REALISMO MÁGICO NOS ROMANCES INFANTO-JUVENIS HAROUN E O MAR DE HISTÓRIAS E LUKA E O FOGO DA VIDA

Fernanda Aquino Sylvestre

Resumo


O artigo propõe estudar o modo como o gênero maravilhoso é abordado contemporaneamente pelo escritor indiano Salman Rushdie em narrativas que se valem do realismo mágico como maneira de subverter a história legitimada. Também trata do resgate da memória e do maravilhoso por meio da figura do contador de histórias, além de abordar a questão da liberdade de expressão tolhida por regimes ditatoriais. Para tanto foram escolhidas duas obras infanto-juvenis: Haroun e o mar de histórias e Luka e o fogo da vida, que serão analisadas à luz de teorias pós-modernas.


Texto completo:

PDF HTML

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Brasileira de Literatura Comparada está indexada nas seguintes bases:


Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.