UMA VISÃO CRÍTICA DE CHIMAMANDA ADICHE

Felipe Fanuel Xavier Rodrigues

Resumo


Esta é uma resenha do livro A literatura movente de Chimamanda Adichie: pós-colonialidade, descolonização cultural e diáspora, de autoria de Cláudio Roberto Vieira Braga, professor adjunto de literaturas de língua inglesa na Universidade de Brasília. O olhar crítico para as mobilidades literárias, proposto pela obra, condiz com o tema daquele Congresso da ABRALIC: “Circulação, tramas & sentidos na Literatura”. Especialista na representação literária de fenômenos diaspóricos, Braga analisa a literatura de Chimamanda Ngozi Adichie, uma jovem e premiada escritora nigeriana cuja obra já figura entre os principais romances pós-coloniais existentes. Com uma escrita muito bem articulada criticamente com as implicações das reflexões conceituais, o livro investiga os temas fundamentais da narrativa de Adichie à procura das pós-colonialidades das pessoas comuns. Para Braga, a pós-colonialidade é uma condição contemporânea multifacetada, na qual há mais diversidade, heterogeneidade e particularidade na formação dos sujeitos do que se espera.


Palavras-chave


Literatura africana contemporânea; literatura e mobilidade; pós-colonialidade; diáspora; Chimamanda Ngozi Adichie

Texto completo:

PDF
27 visualizações.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Brasileira de Literatura Comparada está indexada nas seguintes bases:


Rev. Bra. Lit. Comp. Niterói, v.22, n.39, jan. / abr. 2020

Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963, ISSN 2596-304X (on line)

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).