A RECEPÇÃO PRODUTIVA DE EL REINO DE ESTE MUNDO EM MEMORIAL DO CONVENTO

Mauro Cavaliere

Resumo


O que causa impressão ao ler El reino de este mundo de Alejo Carpentier e Memorial do Convento de José Saramago é uma evidente série de analogias a nível morfológico e temático. O propósito deste trabalho é destacar e descrever estas analogias com o apoio das teorias da transtextualidade de Gérard Genette (1982) e de José Enrique Martínez Fernández (2001).  A comparação tocará, por isso, vários aspectos dos dois romances (dispositivo discursivo, dinâmica actancial, tópicos). A hipótese colocada é a existência de uma recepção produtiva de El reino de este mundo na escrita de Memorial do Convento. Este trabalho, inspirado por uma abordagem à literatura comparada assim como a entende Claudio Guillén (2005), coloca-se, mais especificamente, na área de pesquisa que visa destacar a recepção da literatura hispano-americana na literatura portuguesa.

Palavras-chave


intertextualidade, literatura portuguesa, literatura hispano-americana, José Saramago, Alejo Carpentier.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Brasileira de Literatura Comparada está indexada nas seguintes bases:


Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963, ISSN 2596-304X (on line)

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.