Chamada v. 24, n. 46 (2022/2): Revista Brasileira de Literatura Comparada

Chamada para artigos

Arquivo das memórias, memória dos arquivos

A memória constitui a capacidade humana que articula a criação artística, a experimentação científica e a produção tecnológica. A eficácia de sua ação determina a criação de obras hoje canônicas como Em busca do tempo perdido, de Marcel Proust, ou Baú de ossos, de Pedro Nava, assim como sua perda, motivada por doenças neurológicas, é matéria da ciência e de terapias analíticas. A preservação do passado estimula o trabalho de historiadores, bem como políticas públicas, sendo uma de suas marcas visíveis a instalação de instituições culturais como museus na maioria dos centros urbanos mundiais. A preservação da memória supõe, pois, uma ação conservacionista (nem sempre efetuada a contento, de que é exemplo o incêndio que destruiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, ainda não reconstruído), bem como tecnologias de ponta, para o que colabora a Ciência da Informação.

Estudar questões vinculadas à memória significa, pois, examiná-la enquanto assunto e problema em obras artísticas, explicitar suas manifestações em discursos (depoimentos, testemunhos, intervenções), investigar as tecnologias capazes de garantir a manutenção de suas expressões materiais, sejam linguísticas ou não.

Submissões posicionando-se diante deste conteúdo serão muito bem recebidas pela Revista Brasileira de Literatura Comparada.

Organizadores: Maria da Glória Bordini (UFRGS); Marcos Antonio de Moraes (USP)

Prazo para entrega dos originais: 30 de dezembro de 2021

__

Call for papers

Archive of memories, memory of archives

Memory comprises the human ability that articulates artistic creation, scientific experimentation and technological production. The efficacy of its employment determines the creation of now canonical works such as Marcel Proust’s Search for lost time or Pedro Nava’s Baú de ossos, as much as its loss, motivated by neurological illnesses, is the object of science and analytical therapy. The maintenance of the past stimulates the work of historians, as well as public policies. One of its most visible signs is the implementation of cultural institutions such as museums in most urban centers in the world. The maintenance of memory presumes a conservationist action (not always compellingly effected, as, for instance, in the case of the fire that destroyed the National Museum, not yet repaired, in Rio de Janeiro), as well as cutting-edge technology, to which Information Science contributes.

Studying issues associated with memory means, therefore, examining them as subject and as problem in artistic works, specifying their discursive manifestation (testimonials, interventions), investigating technologies capable of assuring the maintenance of their material expression, be it linguistic or not.

Submissions defending a position on this topic will be vwelcomed by Revista Brasileira de Literatura Comparada.

Editors: Maria da Glória Bordini (UFRGS); Marcos Antonio de Moraes (USP)

Deadline for submissions: December 30, 2021