DEPENDÊNCIA CULTURAL E MEMÓRIA DO ENSINO DE LÍNGUAS E LITERATURAS ESTRANGEIRAS NO BRASIL

Antonio Andrade

Resumo


Neste artigo discutimos a problemática da dependência cultural na memória discursiva que atravessa a relação entre o ensino de línguas e de literaturas estrangeiras no Brasil, com ênfase sobre o lugar singular ocupado pelo espanhol e as literaturas hispânicas neste contexto. Nossa investigação focaliza arquivos históricos do Colégio Pedro II, considerado escola-modelo da educação nacional desde o século XIX até meados do século XX.


Palavras-chave


Dependência cultural; línguas e literaturas estrangeiras; espanhol e literaturas hispânicas; memória discursiva; Colégio Pedro II.

Texto completo:

PDF
36 visualizações.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



APOIO:


A Revista Brasileira de Literatura Comparada está indexada nas seguintes bases:


Rev. Bra. Lit. Comp. Niterói, v.22, n.39, jan. / abr. 2020

Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963, ISSN 2596-304X (on line)

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).

Wildcard SSL Certificates