PAINTING AND POETRY: EZRA POUND’S “SEVEN LAKES CANTO” AND EIGHT VIEWS OF XIAO XIANG

Hongxin Jiang

Resumo


Na história das trocas culturais entre a China e o Ocidente, é um feito amplamente louvado que as pinturas chinesas Oito Vistas de Xiao Xiang tenham exercido grande influência na obra poética de Ezra Pound “Seven Lakes Canto” ou “Canto 49”. Ao explorar os detalhes das pinturas e traçar a influência das pinturas na criação do poema, este artigo revela que o uso etimológico e composicional dos ideogramas chineses teve um enorme impacto no pensamento de Pound sobre poesia e assuntos culturais, e na escrita dos Cantos. Pound, ao adotar as imagens da China em Oito Vistas de Xiao Xiang, encontra outro paraíso, de modo que os elementos culturais chineses lhe possibilitaram criar uma nova entidade em seus próprios termos: o poema poundiano. A discussão de “Seven Lakes Canto”, de Pound, a partir de suas teorias poéticas e tradutórias, comprova que o poema pode de fato ser percebido como um modo único de interpretar e apresentar a China.

Palavras-chave


Ezra Pound; “Seven Lakes Canto”; Oito Vistas de Xiao Xiang

Texto completo:

PDF (English)
24 visualizações.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



APOIO:


A Revista Brasileira de Literatura Comparada está indexada nas seguintes bases:


Rev. Bra. Lit. Comp. Niterói, v.22, n.39, jan. / abr. 2020

Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963, ISSN 2596-304X (on line)

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).

Wildcard SSL Certificates