IN THE MASK OF A MARTIAL ART FILM: A CHINESE FILM ADAPTATION OF WILLIAM SHAKESPEARE’S HAMLET

Zhang Ying

Resumo


O comunicado de imprensa do director chinês de cinema Feng Xiao Gang sobre The Banquet, em 2006, declara que é a primeira adaptação cinematográfica chinesa de Hamlet. Feng escolhe achinesar a peça, e entremear elementos culturais, enquadrando a peça em um filme chinês de artes marciais e aplicando a máscara Nuo chinesa e sua variação na interpretação cinematográfica dele sobre a peça. O enquadramento de filme de artes marciais é pesadamente apresentado como o toque cultural chinês implementado pelo director na transformação de uma peça ocidental em um filme chinês, que demonstra ser uma ferramenta efetiva para deslocar os elementos culturais ocidentais com a ideologia cultural e os princípios chineses. O uso da máscara Nuo em todo o filme é discutido com os seguintes exemplos: 1. A escolha do director de usar a mascara chinesa Nuo em sua adaptação da cena da peça-dentro-da-peça no filme, deslocando a Armadilha de Rato com sua contraparte de drama Nuo. 2. A reinterpretação do diretor sobre a hesitação e loucura de Hamlet, sua representação do Fantasma e sua abordagem simbólica da construção de personagens com a adoção de uma máscara de papel branco. 3. A transferência do diretor, do Fantasma do Velho Hamlet à simbolização da máscara esculpida em cobre. 4. A elaboração pelo diretor da caracterização através do uso da própria face como máscara. O enquadramento de filme de artes marciais e a adoção da mascara Nuo são as ferramentas de achinesamento no processo da adaptação cinematográfica intercultural do clássico ocidental. O sucesso do filme explorou as conexões entre as duas culturas e desafiou a transferência da cultura chinesa para uma peça ocidental.

Palavras-chave


máscara Nuo; adaptação cinematográfica; achinesamento; transferência; Hamlet

Texto completo:

PDF (English)
10 visualizações.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



APOIO:


A Revista Brasileira de Literatura Comparada está indexada nas seguintes bases:


Rev. Bra. Lit. Comp. Niterói, v.22, n.39, jan. / abr. 2020

Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963, ISSN 2596-304X (on line)

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).

Wildcard SSL Certificates