THREE MILLENNIA OF CHINESE POETRY

Anabela Fong Keng Seng

Resumo


A poesia tem uma história de milhares de anos na China e pode-se dizer que é a jóia brilhante na coroa da literature chinesa, ocupando uma proporção maior em sua história. Originando-se de cantos folclóricos, a poesia chinesa produziu um grande número de exemplos brilhantes, desde a dinastia Zhou Dynasty ocidental (1046–771 BC) até o período Chunqiu [primavera e outono] (770-476 BC). A China tem mantido, desde os tempos antigos, uma tradição de educação em poesia, que é usada para educar as pessoas e estimular sua inteligência. Através da leitura, estudo e escrita de poesia, é possível instruir e cultivar o caráter de jovens alunos, assim como promover o pensamento criativo, dialética lógica e consciência humanística de crianças. Além disso, aprender e escrever poesia tem o efeito de cultivar o próprio temperamento, permitindo que pessoas de todos os estratos sociais, ocupações profissionais e idades limpem e purifiquem suas mentes. O reino da poesia tem o mesmo efeito de acalmar a alma da crença religiosa. Este artigo mostra os destaques de três milênios de poesia chinesa para leitores ou estudiosos cuja língua nativa não é o chinês.

Palavras-chave


poesia chinesa; História

Texto completo:

PDF (English)
26 visualizações.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



APOIO:


A Revista Brasileira de Literatura Comparada está indexada nas seguintes bases:


Rev. Bra. Lit. Comp. Niterói, v.22, n.39, jan. / abr. 2020

Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963, ISSN 2596-304X (on line)

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).

Wildcard SSL Certificates