O DESDOBRAMENTO DA CIDADE/PAÍS NAS TRAMAS DO “ARBUSTO ESPINHOSO” DE LUÍS DILL

Christini Roman de Lima

Resumo


Luís Dill apresenta em seu novo romance, Timbirupá, a história de uma cidade decadente (e fictícia) rumo à devastação. A narrativa fragmenta-se em diversas histórias pessoais paralelas e não lineares que intercalam tempos e espaços geográficos distintos em uma intrincada configuração narrativa; elementos que convergem no reflexo de um país sempre em processo, mas que não chega a se consolidar em tempo algum.

Palavras-chave


cidade; país; devastação; fragmentação.

Texto completo:

PDF
45 visualizações.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



APOIO:


A Revista Brasileira de Literatura Comparada está indexada nas seguintes bases:


Rev. Bra. Lit. Comp. Niterói, v.22, n.39, jan. / abr. 2020

Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963, ISSN 2596-304X (on line)

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).

Wildcard SSL Certificates