A VISIBILIDADE DO INVISÍVEL EM CONTOS TRANSANTROPOLÓGICOS, DE ATENA BEAUVOIR

Adauto Locatelli Taufer

Resumo


A literatura, por seu caráter de contestação e de questionamento dos
discursos hegemônicos, tem-se configurado há muito como um
meio para a expressão e para a problematização de conflitos das mais
distintas naturezas. Nesse sentido, a produção literária oriunda do século
XX abriu espaço para que textos à margem do cânone fossem postos em
evidência, assegurando a essas vozes marginalizadas a possibilidade de serem representadas e, mais que isso, ouvidas. Refiro-me aqui, especificamente, aos estudos dos movimentos feministas, gays, lésbicos e negros. Parece-me que, na tradição literária, textos que se distanciassem do falocentrismo, do heterossexismo e da hegemonia branca eram ignorados.

Texto completo:

PDF
43 visualizações.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



APOIO:


A Revista Brasileira de Literatura Comparada está indexada nas seguintes bases:


Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963, ISSN 2596-304X (on line)

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).

Wildcard SSL Certificates