DESLOCAMENTO, MEMÓRIA E PÓS-MEMÓRIA EM TRÊS ROMANCES DO BRASIL, ARGENTINA E CHILE

Cristina Ferreira Pinto-Bailey

Resumo


Este ensaio examina questões relativas a deslocamento, exílio e não-pertencimento, e seu impacto sobre a constituição da subjetividade em três romances de escritoras sul-americanas: Ana Maria Machado (Brasil), Griselda Gambaro (Argentina), e Alejandra Costamagna (Chile). Ademais, o ensaio discute como a memória e a pós-memória representam elementos
fundamentais em narrativas nas quais a voz narrativa e/ou a protagonista propõe-se a escrever e reescrever sua subjetividade e as histórias de família e da nação.

Palavras-chave


displacement; exile; Ana Maria Machado; Griselda Gambaro; Alejandra Costamagna

Texto completo:

PDF (English)
72 visualizações.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



APOIO:


A Revista Brasileira de Literatura Comparada está indexada nas seguintes bases:


Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963, ISSN 2596-304X (on line)

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).

Wildcard SSL Certificates