O FLÂNEUR, O MALANDRO E O COMPADRITO: FRACTAIS

Carlos Augusto Bonifácio Leite

Resumo


O presente ensaio procura aproximar três figuras, o flâneur, o malandro e o compadrito, originárias de três grandes cidades do século XIX, Paris, Rio de Janeiro e Buenos Aires, respectivamente, segundo os termos desenvolvidos por Walter Benjamin em ensaio clássico. Por hipótese, os três consistem, não somente, em figuras esmaecidas pelas forças do progresso, mas também performam uma resistência ambivalente a essas forças, particular a cada caso. Ainda poderíamos pensá-los como figuras relacionadas entre si e formadoras de um intrigante desenho diante do crescimento das cidades e do avanço do capitalismo oitocentista.

Palavras-chave


Walter Benjamin; flâneur; malandro; compadrito; materialismo

Texto completo:

PDF
75 visualizações.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



APOIO:


A Revista Brasileira de Literatura Comparada está indexada nas seguintes bases:


Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963, ISSN 2596-304X (on line)

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).

Wildcard SSL Certificates