“DENTRO DA NOITE” E “O BEBÊ DE TARLATANA ROSA”, DE JOÃO DO RIO: ELEMENTOS GÓTICOS E FANTÁSTICOS EM TRADUÇÃO

Mirian Ruffini

Resumo


Este artigo empreende análise da tradução dos contos de João do Rio, intitulados “Dentro da noite” e “O bebê de tarlatana rosa”, para a língua inglesa, com enfoque na transposição de elementos góticos e fantásticos nessas narrativas curtas ficcionais decadentistas. As configurações das redes temáticas do espaço, do medo e dos elementos góticos e fantásticos são analisadas nas traduções, com especial ênfase na transposição do encadeamento desses campos semânticos cotejados entre texto fonte e tradução. O aporte teórico dos estudos da tradução e da literatura comparada, nos textos de Lanzetti et al (2009), de Antoine Berman (2007), de Baker (1992), de Venuti (2002) e Brunel et. al. (2019) são consultados. Os escritos teórico-críticos a respeito das estéticas e da obra de João do Rio, nos estudos de Levin (1996), Tardin (2021), Todorov (2017), Ceserani (2006) e França (2015), embasam as discussões acerca das estéticas e seus elementos observados nas traduções. Os textos traduzidos aparentam transpor as redes temáticas e lexicais ligadas a esses campos semânticos e estéticas, resultando em texto alvo em grande parte estrangeirizador e portador das marcas da literatura paulobarretiana para a língua inglesa.

 


Palavras-chave


João do Rio. Ficção gótica e fantástica. Tradução literária.

Texto completo:

PDF
63 visualizações.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



APOIO:


A Revista Brasileira de Literatura Comparada está indexada nas seguintes bases:


Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963, ISSN 2596-304X (on line)

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).

Wildcard SSL Certificates