DE DOVE MI TROVO A WHEREABOUTS JHUMPA LAHIRI E A AUTOTRADUÇÃO

Andréa Moraes da Costa

Resumo


Este artigo discute acerca da autotradução, tendo ao centro a escritora Jhumpa Lahiri, enquanto autotradutora de Dove mi Trovo (2018) – obra escrita pela autora em língua italiana e traduzida por ela para a língua inglesa, cuja publicação foi intitulada Whereabouts (2021a). A discussão destaca essa particularidade que recobre tal prática de Lahiri, isto é, o fato de que a referida autotradução deu-se a partir da língua italiana para a língua inglesa, embora a autora, sendo inglesa, de descendência indiana e naturalizada norte-americana, tenha durante muitos anos escrito exclusivamente em língua inglesa. Considerando essa configuração inversa e, com base nas próprias reflexões de Lahiri sobre autotradução, este artigo objetiva compreender como a autora percebe essa sua prática.


Palavras-chave


autotradução; Dove mi Trovo; Jhumpa Larihi; Whereabouts

Texto completo:

PDF
44 visualizações.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



APOIO:


A Revista Brasileira de Literatura Comparada está indexada nas seguintes bases:


Revista Brasileira de Literatura Comparada, ISSN 0103-6963, ISSN 2596-304X (on line)

Licença Creative Commons
Esta revista utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).

Wildcard SSL Certificates